4.2.10

...aprender e crescer, crescer e aprender

Início de ano e muitas decisões importantes a serem tomadas... Essas definições são especialmente difíceis quando se trata de independência - sim, aquela que todo mundo quer mas nem sempre pode. Isso porque ela envolve não só o processo psicológico - esse que vai se dando aos poucos mas para o qual nem sempre desenvolvemos nossa necessária paciência -; mas a libertação financeira. Tarefa ingrata e de 1a instância. O amor e a saudade são mais fáceis (ou não - rs) de administrar para quem tem um coração tranquilo como eu, nesse momento da vida. Mas as incertezas de trabalho, casa, dinheiro, estudos...


Enfim... essa divagaçãozita inicial é o quem tem sido minhas últimas semanas em BH. De mudança para SP, vou rumo ao Mestrado da USP. Para ficar mais soft, eu digo: vou lá ver colé! E sempre apoiada pela máxima de mama, penso: o pior que me pode acontecer é eu não gostar. Daí, volto! E é isso! A vida é feita de tantas coisas, surpresas, possibilidades que só a gente sendo muito preguiçoso, medroso ou incapaz para não agarrar alguma coisa. E com alguma coisa já se tem uma coisa para começar uma vida, uma carreira, um caminho novo. Daí, ir além, é com a gente.

Daí?!!!!!!!!!!! Começou a paulicéia... daqui a pouco falo farol (e não sinal), mano (e não ocê). Druris!
Só espero ainda estar a par das técnicas de natação para sobreviver à megalópole.


Ah! Para constar - está lá no meu Wordpress (o blog que eu fiz para postar mais coisas profissionais e acadêmicas do que esse) o artigo que fiz para a conclusão da especialização em Imagens e Culturas Midiáticas na UFMG (2009). Vai ler e comente, plis!


Ps.: (o quadro bonito que escolhi aí em cima chama-se Travelling, da Megan Grinder)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails